quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Desconstrução de roupa - Dicas de costura em malha

Olha o molde de legging da Srta G



Você também usa peças de roupa usadas para fazer roupas novas?

É o meu método favorito para fazer leggings. Corto rente às costuras e uso a peça como molde, dando uma sobrinha para o elástico no cós, para as costuras em volta e para a barra embaixo.

O que vale a pena levar em consideração:

  • Estude a peça pronta, determine qual parte vai costurar primeiro, e como vai posicionar o molde no tecido (a elasticidade maior deve estar na largura da peça e não no comprimento)
  • Para costurar malha, tem que usar agulha de ponta de bola. Agulha normal danifica a malha.
  • Ponto zigzag tem elasticidade e vai esticar com a malha. Ponto reto arrebenta quando a malha estica. Antes de costurar a peça, faça um teste num retalho da mesma malha e ajuste a largura e comprimento do zigzag. Geralmente o zigzag bem aberto (na largura do ponto) e pequeno (comprimento do ponto) funciona bem, quase parece um ponto reto, mas tem um pouco de elasticidade.
  • Para fazer barra, você pode usar agulha dupla e fazer ponto reto, porque ao usar agulha dupla, o ponto atrás do tecido fica zigzag e assim dá um pouco de elasticidade à costura. Ajuste a tensão do fio para que a costura fique o mais plana possivel, porque com agulha dupla, as 2 linhas de costura tendem a ficar em relevo, mais salientes no tecido, se a tensão estiver muito apertada.
  • Malhas têm elasticidade variadas. Ao usar molde feito a partir de roupa "desmontada" procure uma malha com elasticidade similar ou ajuste as larguras. Por exemplo, se a malha do molde esticar bastante e a sua malha não esticar o mesmo tanto, corte o molde maior (acrescente cm ao redor do molde) para acomodar a falta de elasticidade, senão vai ficar muito apertado. Se a sua malha esticar mais do que a do molde, reduza um pouco o molde senão vai ficar folgado. (PS: não ajuste o comprimento por causa da elasticidade, porque a elasticidade não interfere no comprimento, só na largura). Isso vai funcionar prá ajustar um pouco o tamanho, para aumentar ou diminuir consideravelemente a peça são outros 500...
  • As vezes o pé da máquina estica a malha enquanto está costurando e a costura fica toda ondulada. Para evitar isso você pode costurar sobre um papel fino, tipo aqueles que se usa em pacotes de presente. Coloque o papel entre o pé da máquina e o tecido, e depois de costurado rasgue o papel. Se a sua máquina tem ajuste de pressão do pé, ajuste até a costura ficar satisfatória.
  • Outra opção para o pé não esticar a malha é investir em um Pé Calcador para máquina, ou "walking foot". Esse pé "caminha" sobre o tecido, ao invés de deslizar como o pé comum, e assim evita puxar o tecido, esticando-o. Eu comprei um depois de muito costurar em papel. 
  • Overloque costura malha que é uma belezura : ). É um investimento alto, mas você pode comprar usada também. Eu comprei usada, estava praticamente nova, tinha sido usada apenas 1 vez e paguei 1/3 do preço. Tive bastante paciência para esperar a oportunidade certa.

Gente, tô ciente que ai tem muuuuuuita informação, e provavelmente cada ponto merece sua própria postagem com fotos, vídeos e tudo mais que a gente adora ver. Mas é que eu já escrevi isso aqui há quase 1 ano e não postei justamente porque queria colocar fotos, vídeos e o escambal. Tenho intenções que são muito boas, mas não tô tendo tempo prá torná-las realidade, então por enquanto ficam as dicas e quem sabe outro dia eu volto expandindo mais em cada tópico.

E prá finalizar, uma foto da primeira peça que costurei em malha: uma legging pra G. Ela usou no 1o dia de aula, tinha acabado de completar 3 anos! 


E qual é o seu segredo pra costurar malha? Eu adoraria saber!

Um abraço!

Editado para acrescentar: a Rosa fez um PAP excelente de como fazer um molde e costurar camiseta de malha! Ela é fantástica, super disposta a ensinar e o seu blog é um baú de criatividade!

12 comentários:

  1. Oi Elisana,
    Adorei as dicas, ando com vontade de reformar umas peças de malha, mas achava difícil, agora parece que meus problemas foram resolvidos.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristiane, que legal! Eu também tenho umas pecinhas esperando a vez! Pratica em alguma camiseta que você não usa mais, até encontrar a melhor combinação de pontos com a tua máquina. O bom de malha é que ela perdoa mais do que os tecidos planos! bjo!

      Excluir
  2. Nunca mais tinha ouvido alguém falar 'escambal' kkkk
    só tu mesmo! rs

    Amiga, mesmo com tantas explicações, acho que essas transformações são coisa de experts. é o que vejo em ti. és ímpar.
    vejo muita coisa de costura pela net, muita coisa boa. mas não vejo ninguém, com o feeling que tu tens pra costura!
    minha filha adora leggings.

    Viu só que loucura? minha mãe continua esperando a cirurgia...

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quer dizer que minhas gírias estão ultrapassadas... preciso de atualização...

      Expert? Eu me denomino "metida a costureira". Quanto mais a gente faz, mais aprende e vai aprimorando. Faz umas leggings prá menina... hehehe

      aqui torcendo pela sua mãe, espero que se recupere prontamente apesar dos reveses.
      bjo!

      Excluir
    2. Passo rápido.
      no hospital não tenho conexão.

      concordo contigo que a prática leva à perfeição, mas cadê o tempo para praticar?!

      Mas acredito também, que alguns talentos são natos. falo de ti.

      e gíria ultrapassada eu uso de montes kkkk
      vou voltar a usar 'escambal' # solidariedade kkkkk

      bjs

      Excluir
  3. Adorei as dicas...quero me aventurar nas malhas e havia muito estava procurando por dicas como as tuas, muito bem explicadas e básicas...pois a maioria recomenda costurar com galoneira né!!!bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, dá uma olhada no blog da Rosa, vai ajudar também
      bjo

      Excluir
  4. Você falando das minhas dicas e as suas é que são preciosas... Adorei a menção do meu blog, muito carinhosa.

    Você costura como eu e como minha avó. Minha avó fazia assim: Descosturava pontinho por pontinho um paletó do meu avô. Daí apoiava numa mesa, copiava cada peça, e tornava a costurar de novo. Detalhe: ela não tinha máquina de costura, era tudo feito à mão. Fazia um paletó novo pro meu avô, muitas vezes de pano de saco tingido... Os vestidos dela eram feitos de pano de saco tingido e minha mãe conta que pareciam feitos de linho, ela sabia escolher os melhores sacos. Com a linha que costurava os sacos ela ia ajuntando, ajuntando, e fazia bicos nas coalhas e panos de prato...

    Tem muita coisa em você que me lembra minha avó... Não tem um clone seu dando sopa por aí prá ser minha nora?

    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Elisana!

    Feliz Páscoa para você e para a família!
    Estou começando a costurar e gostei bastante das dicas sobre como costurar malha. Obrigada, ajudou bastante!
    Penso em comprar o pé calcador para malhas, no futuro: o “walking foot”, que você mencionou. Porém, tenho dúvidas: Você poderia dizer se é o mesmo que se usa para Quilt reto (dupla alimentação de tecido, com guia) ou se é outro?
    Beijos

    Denise

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise,
      espero que sua Páscoa tenha sido ótima também!
      É o mesmo pé que se usa para quilt sim, e eu o uso prá costurar quase tudo. Nem tiro mais da máquina, virou o meu pé de todo dia :-) mais do que valeu o investimento!
      Que bom que as dicas ajudaram.
      bjo

      Excluir
  6. Olá, Elisana, quanto tempo... Lembrei de você por causa de um projeto que eu tô fazendo no blog, de fazer uma camisa de flanela a partir de uma camisa velha... Só nós duas mesmo, prá aproveitar roupa velha desse jeito genial e prático... Beijos!

    ResponderExcluir